JOSEFINA PERRI CEFALY DE CARVALHO
Bebé

Nascimento e Filiação

Josefina Perri Cefaly de Carvalho, desde a infância conhecida pelo apelido Bebé, era a filha mais velha de Antonieta Perri Cefaly e Diogo Cefaly, nasceu em São Carlos (SP), aos 15/12/1925. Aos 9 anos de idade, residindo em São Paulo, perdeu a mãe. Ela e seus três irmãos Lourival, Rolando e Walter passaram a viver com a avó e tios maternos.

A Vida Inicial em Araçatuba

Passou a residir em Araçatuba a partir de janeiro de 1935, inicialmente com a avó materna Rosana Casale Perri e os tios Rolando, Fausto, Pedro, Lídia, Edwiges e Caetano, em residência sita à Praça João Pessoa. Em 1938, passou a residir do outro lado da mesma praça com os tios Gertrudes Perri Marinelli e Albino Marinelli, onde permaneceu até seu casamento.

Frequentou o Curso Ginasial e o Curso Normal, tendo se formado na Escola Normal Oficial de Araçatuba, em 1944. Ainda jovem colaborava na secretaria da escola de seus tios Joaquim Dibo e Fausto Perri, a Escola Técnica de Comércio D.Pedro II e Ginásio Araçatubense.

Na fase da juventude manteve amizade com descendentes das famílias pioneiras de Araçatuba. Inclui-se colegas, cujos familiares eram pioneiros espíritas, como as famílias do poeta Almir Rodrigues Bento, Ivan de Albuquerque, Antonio Pires do Rio e Antonio Freitas de Menezes.

Magistério

Em 1944 passou a trabalhar como professora substituta efetiva no Grupo Escolar José Cândido. No ano de 1946 foi aprovada em concurso municipal e assumiu como professora na Escola de Porangá (Município de Guararapes). Em 1948 prestou outro concurso municipal e assumiu o cargo de professora na Escola Municipal da Vila Operária, em Araçatuba.

Assumiu o cargo de professora no Magistério Estadual em 1950, aposentando-se em 1969.

Simultaneamente ao trabalho como professora primária, atuou na secretaria da Escola Técnica de Comércio D.Pedro II, desde a juventude e durante alguns momentos nas décadas de 50 e 60.

Casamento, Descendentes e Família

Casou-se com Rodolfo Graça de Carvalho aos 10/07/1947, comerciante oriúndo de Olímpia. Ficou viúva em 1988. Descendentes: Antonio César Perri de Carvalho, casado com Célia Maria, residentes em Brasília, três netos; Antonieta Maria Cristina Perri de Carvalho Barcelos, casada com Josafá, residentes em Votuporanga, 3 netos; Paulo Sérgio Perri de Carvalho, casado com Mariliza, residentes em Araçatuba, 2 netos; Aldo Luís Perri de Carvalho, casado com Daniela, residentes em Ribeirão Preto, 2 netos.

Sempre foi muito dedicada e envolvida com a família em geral, no atendimento a familiares enfermos e no cultivo e no incentivo a reuniões, festividades e eventos familiares de confraternização.

Atividades Espíritas

Muito embora, bem jovem, tenha conhecido a benemérita e pioneira Benedita Fernandes, em atendimento familiar e mantido amizades com colegas espíritas, foi nos anos de 1956/1957 que procurou médiuns espíritas como Irma Ragazzi Martins e Irone Rosa Protetti. Desenvolveu amizade com d. Irma e levou seu filho mais velho e seus irmãos Rolandinho e Walter. Na residência de d. Irma, ela e Rolando conheceram Emília Santos, que atuava no Centro Espírita Amor e Caridade, em Biriguí, onde passaram a frequentar, sob a direção do casal Linda e João Dias de Almeida. Em 1959, juntamente com Rolando, Emília Santos e outros companheiros e familiares fundaram o “Grupo de Estudos Evangélicos João Luís dos Santos”.

Em 1960, as mesmas pessoas fundaram a Instituição Nosso Lar, no nascente Bairro Planalto, desdobrada também com a Casa Transitória (Vila Industrial), em 1962.

Integrou a 1ª Diretoria da Instituição Nosso Lar: Presidente: Rolando Perri Cefaly;Vice-presidente: Emília Santos;1o. Secretário: Josefina Perri Cefaly de Carvalho ;2º. Secretário: Walter Perri Cefaly; Tesoureiro: Pedro Perri.Nessas instituições ocupou vários postos, como 1ª. secretária, durante mais tempo como vice-presidente, e presidente, após a desencarnação de Rolando Perri Cefaly, em 1997.

Participou também da fundação e atuou na Casa da Sopa Emília Santos (1966) e no Centro Espírita Luz e Fraternidade (1972), situados à rua São Vicente, Bairro Paraíso; e junto à Instituição Nosso Lar, da Creche e Lar João Luiz dos Santos (1972) e do Clube da Vovó (1998). Foi diretora e dedicou-se a estes dois últimos setores até o final de sua existência. Atuou nos Bazares Beneficentes e Almoços Beneficentes, realizados na Casa da Sopa Emília Santos. No Centro Espírita Luz e Fraternidade colaborou com o curso COEM, Curso de Família e reuniões doutrinárias e mediúnicas. No Movimento Espírita da cidade, colaborou com a antiga União Intermunicipal de Araçatuba, atual USE de Araçatuba.

Foi diretora do Clube do Livro Espírita da UNIMEA. Participou de vários eventos locais e regionais e de Congressos Espíritas Estaduais, promovidos pela USE. Manteve contatos com vários líderes espíritas, incluindo Chico Xavier e Divaldo Pereira Franco. Foi anfitriã de inúmeros conferencistas visitantes de Araçatuba.

Como uma forma de reconhecimento e de homenagem, desde outubro de 2003, o Clube do Livro Espírita da USE de Araçatuba e o Clube da Vovó Feliz da Instituição Nosso Lar chamam-se Josefina Perri Cefaly de Carvalho (D. Bebé).

Final de Existência Física

Desencarnou no dia 05/09/2003, em decorrência de complicações cirúrgicas, no Hospital UNIMED, sendo seu corpo enterrado no final do dia seguinte no Cemitério da Saudade.

(Os dados completos desta biografia encontram-se no arquivo da Instituição Nosso Lar)